21 de setembro de 2012

Vinte minutos na Livraria...

... e a quantidade de pessoas que apanho a falar sozinhas? Impressionante. Há os que falam com os seus botões, literalmente, a olhar para baixo e a murmurarem. Já outros, olham em volta e falam para o ar, como se a ajuda viesse daí. E ainda temos os que falam com os livros. Os livros não têm culpa. Tadinhos.

7 comentários:

Blue star disse...

As pessoas precisam de conversar, mesmo que sozinhas
=)

Ricardo disse...

Conversem umas com as outras. Ou então com os livreiros. Gente bem catita, asseguro-te.

Blue star disse...

Presunção e água benta....
=P

Ricardo disse...

Eu não sou livreiro.

Ana 100 Sentidos disse...

Está explicado!
É por isso que falam sozinhas, já que não falam contigo...

Maria Papoila disse...

Essas pessoas das livrarias são todas doidas. É como os artistas. Foge foge, bandido!

Ricardo disse...

Ana, eu sou menino de trato fácil mas de pouca fala. Eles preferem falar sozinhos, está visto.

Maria Papoila, nem mais, nem mais.