6 de julho de 2014

Bravo

A menina portou-se muito bem no seu espectáculo de ballet, dominou o galope e a polonaise (?). Nunca pensei ver a minha filha naquele palco. Nunca pensei ter a minha filha no ballet. Por outro lado, também nunca pensei ter uma filha. A partir daí já poucas coisas surpreendem um gajo.

2 comentários:

E.M. Valmonte disse...

muitos parabéns.

uma filha bailarina, não é realmente para todos.

Ricardo disse...

Até chegarmos a bailarina ainda falta muito...