9 de maio de 2014

Turn Blue

Fui buscar a Catarina à escola, uma surpresa, levei o Link (portou-se lindamente), foi a loucura, ele mal a viu (já lá iam duas semanas sem vê-la...) começou logo a saltar para cima dela, a tentar por as patas nos ombros dela, os colegas dela a delirarem, lá tiveram a fazer festas ao animal, ela toda vaidosa do seu cão. Depois levei-a a comer um cachorro, junto ao mar, anda a portar-se bem, merece os mimos. No carro, a conversa do costume:
- Pai, fiquei em terceira nas provas de velocidade.
- Boa!
- Fomos a uma escola aqui perto, Matilde qualquer coisa.
- Rosa Araújo.
- Isso! Olha, estava lá o João Pedro da escola antiga.
- E como estava ele?
- Buééééééé giro, rapou o cabelo só de um lado e tem brinco, BUÉ giro!
- ...
Mas o melhor momento estava reservado para a visita à Bisavó paterna. A Catarina abriu a janela da sala para lhe dizer olá no mesmo momento em que o Link tenta apoiar as patas da frente na janela para espreitar. O resultado foi ela entalar-se na janela e soltar o mais sincero foda-se que eu já ouvi. Começou alto e foi a descer, até terminar num sussurro, qualquer coisa como:
FODA-SE
O ar de pânico dela valeu totalmente a pena. 

4 comentários:

Silent Man disse...

Ah... The delights of parenthood! Can't wait!

Cat disse...

A miúda faz-se!

Ana Rodrigues disse...

Hahah ! A minha sobrinha saiu-se há uns dias com essa também,mas neste caso foi com uma gata !!

Socorro! disse...

Ai como eu me ri a ler isto...