23 de fevereiro de 2013

Eu nunca guardei rebanhos / mas é como se os guardasse / já as algemas tenho guardadas / e uso quando lhe quero dar umas palmadas

Entram três escuteiras a arfar na livraria e param no balcão, atropelando-se umas às outras a falar:
- Pode dizer-nos os heterónimos do Fernando Pessoa? Sabe? Sabe? 
- Sim, alguns, ele tem muitos, até há uns que...
- Pode dizer, senhor, alguns? Os mais conhecidos!
- Hm, Alberto Caeiro, Álvaro de Campos, Ricardo Reis...
- Ai, Ai, não parece nenhum desses!
- Bernardo Soares?
- Não, não, qual foi o primeiro que disse? Qualquer coisa Grey?
- ...
Depois desta conversa isto já fez todo o sentido:


Sem comentários: