3 de novembro de 2012

A vida humana inteira...



... Está dentro destas páginas ardentes. Qualquer dia mato saudades.


2 comentários:

Ana 100 Sentidos disse...

Comecei a ler mas como é demasiado grande e pesado para levar na mala parei.
Como conseguiste?

Ricardo disse...

Comecei a lê-lo um bocado antes de ter saído, o buzz era gigantesco, e eu nunca tinha ligado aos que tinham saído pela Teorema e Gótica (Estrela Distante, Nocturno Chileno e o inexcedível Detectives Selvagens), e basicamente foram seis meses, mais coisa menos coisa, e a seguir penso que fiquei uns três ou quatro sem conseguir ler nada.