30 de setembro de 2012

Todos comigo, agora: MA-RA-VI...

Acordar às cinco e quarenta e cinco, chegar ao local de trabalho às sete e vinte, abrir a pestana eventualmente, começar um inventário que se estima que dure basicamente até ao fim dos tempos e aqui eu estou a referir-me ao fim dos tempos do universo e não essa merda dos Maias de vinte e um de dezembro ou lá o que é, Maias, vejam lá isso, que eu conto receber uma PS3 no dia vinte e quatro, e, parecendo que não, acabando o mundo já não me serve de nada ter uma PS3, e depois de meter tudo a trabalhar  ir tomar o pequeno-almoço à Padaria Portuguesa enquanto toca, alto e bom som, o Maravilhoso Coração do Marco Paulo. Chama-se a isto viver.

3 comentários:

Anita Garcia disse...

-LHOOOOOOOSO CORAÇÃO, MARAVILHOSO!!! NÃO DEIXES NUNCA DE SONHAR, É UM PEDIDOOOO!!!

:o por favor diz-me que não é assim... acho que me entusiasmei!

O teu início de dia foi muito melhor que o meu... (que os meus...)

Acho que vou arranjar essa música para colocar no meu despertador do telemóvel :D

Bom Domigo
Beijinho*

Ricardo disse...

Esses dias começam assim tão mal? :|

Anita Garcia disse...

... tem dias...

por agora, boa noite :)

amanhã logo se vê