24 de setembro de 2012

Black Rainbow

Uma senhora, numa reportagem sobre o dia de luto das farmácias, dizia que precisávamos de um novo 25 de Abril ou de um novo Salazar. Gostava de ouvi-la justificar uma opinião destas.

4 comentários:

Ana 100 Sentidos disse...

Não é quase o mesmo? :)

Passion Addicted disse...

Diz que a Manelinha Azedó Leite já quis a mesma coisa aqui há uns anos... E nos termos em que ela pôs as coisas, até tendo a concordar...

Rachelet disse...

Uau, isso é senhora que cobre todas as bases, o 8 e o 80!

Ricardo disse...

Ana, pois que não é de todo o mesmo. Ainda agora no livro que estava a ler o Cardoso Pires descreve o 25 de Abril à maneira dele, acho que nunca tinha lido nada sobre o 25 de Abril no meio de um romance, é curioso, muito curioso.

Passion, a senhora irmã do Dias Ferreira só queria a parte do Salazar. Esta consegue ser melhor.

Rachelet, é uma senhora multi-funções, tanto se lhe dá para a ditadura como para as revoluções.
Até rima.