8 de setembro de 2012

António Barreto e Maria Filomena Mónica, roam-se de inveja

Querem ter uma ideia bastante boa do novo paradigma familiar em Portugal? Vão a uma sessão do Brave à tarde num qualquer centro comercial do país. Dos vários estereótipos que recentemente se formaram, o meu preferido, de longe, é a "mãe-de-35-anos-que-se-veste-com-roupas-iguais-às-da-filha-de-10-e-que-quando-vê-um-macho-atraente-empurra-a-filha-para-o-lado-e-ajeita-expõe-mais-o-decote-e-atira-o-cabelo-para-o-lado". 
Devia ter sido sociológo. Por outro lado, até gosto de ter um emprego, portanto talvez tenha feito bem em não ter ido por aí.

3 comentários:

São João disse...

Então de falta de oferta não te podes queixar ;)

Ricardo disse...

A oferta adequa-se, quase sempre, à procura. Neste caso, deste lado, não há procura :P

Além de que me faltam algumas coisas para ser alvo da cobiça dessas mães :P

Ana 100 Sentidos disse...

Eu também.